Tema 06

Monitoramento e Informação do ODS 6

Água e Saneamento básico são temas estruturantes da Agenda 2030 das Nações Unidas, definida em 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, e acordada entre todas as 193 nações signatárias. O enfrentamento à pobreza, a proteção do planeta e a construção de sociedades prósperas e pacíficas passa pelo alcance do ODS6 “Água Limpa e Saneamento para Todos”, que trata de questões relacionadas aos recursos hídricos, abastecimento de água e esgotamento sanitário. Como os países definiram suas metas e estratégias e como monitoram o ODS6 é um tema de debate relevante e oportuno, especialmente, quando o cronograma está a 10 anos de sua conclusão.

O Tema 6 – Monitoramento e informação é um amplo debate proposto na Brazil Water Week, e que será protagonizado por especialistas brasileiros e estrangeiros, a fim de se compreender o andamento das metas e estratégias de monitoramento adotadas para o cumprimento do ODS6 até o ano 2030.

Os aspectos relevantes que devem ser trazidos para o debate são a importância da governança, a qualidade e a integridade das informações, a transparência na gestão e na divulgação dessas informações, os processos de relato e as formas de comunicação aos mais diversos stakeholders.

O Tema 6 será abordado em duas sessões: Monitoramento e informação do ODS 6 6.1, 6.2 e ODS 6.3 – Acesso à água e esgoto – e Monitoramento e Informação sobre o ODS 6.3, 6.4, 6.5, 6.6 e 6.A e 6B – Recursos hídricos, nos quais serão apresentados os sistemas de monitoramento relacionados à distribuição de água, esgotamento sanitário, quantidade e qualidade da água e gestão de recursos hídricos.

lagrotta

Adriana Lagrotta Leles

Sanasa

Adriana é assessora do Presidente da Sanasa para Gestão da Sustentabilidade. Atua em estratégia empresarial mediante os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, priorização e engajamento de stakeholders. Ocupa posição de membro do Stakeholder Council GRI e do Conselho Orientador da Rede Brasil do Pacto Global. É palestrante recomendada pelo Pacto Global da ONU e pela Global Reporting Initiative. Possui pós-graduação em Planejamento e Regulação e Benchmarking aplicados ao Saneamento Básico pela Faculdade de Engenharia Hidráulica da Universidade de São Paulo, Gestão da Sustentabilidade e Responsabilidade Corporativa pelo Instituto de Economia da Unicamp; e graduação em Comunicação Social/Jornalismo.

TSG6_Foto_Angelo_Jose_Rodrigues_Lima

Angelo José Rodrigues Lima

Observatório da Governança das Águas

É doutor em Análise Ambiental e Dinâmica Territorial (UNICAMP/2018), mestre em
Planejamento Ambiental (UFRJ/2000); especialista em Instrumentos Jurídicos,
Econômicos e Institucionais para o Gerenciamento de Recursos Hídricos (UFPB/2000) e
Biólogo (UFRRJ/1988). Trabalhou durante 5 anos no CEIVAP e 12 anos no Programa Água para a Vida do WWF-Brasil. Fruto de um dos trabalhos nesta instituição,
ocupa o cargo de Secretário Executivo do Observatório da Governança das Águas. Possui 30 anos de experiência em meio ambiente e gestão das águas, que tem se caracterizado por uma visão holística dos problemas do país, em especial dos problemas ambientais e dos recursos hídricos.

TSG6_Foto_Gesmar_dos_Santos

Gesmar Rosa dos Santos

Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA)

Pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), autarquia vinculada ao Ministério da Economia. Doutor em Desenvolvimento Sustentável pelo Centro de Desenvolvimento Sustentável (UnB, 2011), mestre em Planejamento e Gestão Ambiental (UCB, 2005) e graduação em Física (UCB, 1993). Na área de educação foi professor e, também, pesquisador/tecnologista do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP/MEC). Trabalhou na então Superintendência de Meio Ambiente do Estado de Goiás e na Companhia de Saneamento de Brasília (CAESB). No Ipea, desde 2009, desenvolve estudos sobre os temas: desenvolvimento e meio ambiente; energias renováveis; economia agrícola; água e saneamento. Tem trabalhos recentes sobre o tema Objetivos do Desenvolvimento Sustentável 6 - água e saneamento.

Foto_Josivan_Cardoso (1)

Josivan Cardoso Moreno

ABES

Graduado em Tecnologia em Controle Ambiental, Mestre em Engenharia Sanitária e Ambiental. É Assistente de Relações Institucionais e coordenador da CT de Recursos Hídricos da (ABES). Foi Diretor Nacional da ABES pela Região Nordeste e Presidente da no RN.  Foi Presidente da URBANA/Natal-RN. Foi Diretor Presidente do Instituto de Gestão das Águas do RN (IGARN). Coordenou o Fórum Organismos Gestores de Recursos Hídricos (FNOGA). Coordenou no RN os Programas Água Doce e de Combate a Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Secas, a Área Ambiental do Programa Potiguar (PSP) e o Estudo Impacto Socioambiental do Projeto RN Sustentável, (SEMARH-RN/Banco Mundial).

TSG6_Foto_Marcela_Ayub

Marcela Ayub Brasil

ANA

Especialista em Recursos Hídricos na Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) desde 2013, com formação superior e pós graduação em Ciências Biológicas. Atua na Superintendência de Planejamento de Recursos Hídricos, mais especificamente na Coordenação de Conjuntura e Gestão da Informação com o Relatório de Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil, elaborado anualmente pela Agência. Nos últimos anos, vem trabalhando principalmente na elaboração e no monitoramento dos indicadores do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 6 “Água Limpa e Saneamento”, onde a ANA configura como ponto focal.

TSG6_Foto_Marcus_Fuckner (1)

Marcus Fuckner

ANA

Marcus Fuckner é licenciado e bacharel em Geografia pela Universidade Federal de
Santa Catarina - UFSC (2004), mestre em Sensoriamento Remoto pelo Instituto
Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE (2007) e doutor em Geografia pela
Universidade de Brasília - UnB (2015). Trabalha como especialista em
Geoprocessamento na Agência Nacional de Águas - ANA em Brasília/DF desde 2010,
atualmente na Coordenação de Conjuntura e Gestão da Informação.

TSG6_Foto_Maria_Lucia_Coelho

Maria Lúcia

ABES

Engenheira química, especialista em Gestão Ambiental. Exerceu, de 1978 a 2013, atividades na Fundação Estadual de Proteção Ambiental (FEPAM), na área de gestão de Recursos Hídricos – controle e qualidade das águas superficiais -  liderando a implantação e coordenação de Programas de Monitoramento da Qualidade das Águas no Estado do Rio Grande do Sul, a  Análise de Estudos de Impacto Ambiental e  de Licenciamento Ambiental.  Publicou diversos trabalhos sobre Avaliação da Qualidade da Água, Planejamento Ambiental, Gestão dos Recursos Hídricos e Participação da Sociedade no Processo de Gestão Ambiental. Presidente da Seção Rio Grande do Sul da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES -RS) nos períodos 2001/2003 e 2003/2005; diretora Região Sul  períodos 2012/2014 e 2014/2016 e tesoureira adjunta no período 2016/2018,  da ABES Diretoria Nacional. Integra o Conselho Editorial da Revista Bio.  Conselheira do Conama representando a ABES, desde 2013. Membro do Grupo de Trabalho Interministerial de Acompanhamento da Implantação do Plano Nacional de Saneamento Básico – PLANSAB. Conselheira do Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA). Realiza consultoria e assessoramentos de aspectos ambientais em Planos, Projetos e Programas com ênfase em Monitoramento Ambiental - Recursos Hídricos. 

TSG6_Foto_Samuel_Barbi

Samuel Alves Barbi Costa

ARSAE-MG

Economista (UFMG) e mestre em Gestão e Regulação dos Serviços de Saneamento (Fiocruz). Gerente de Informações Econômicas da Arsae-MG, tendo gerenciado anteriormente as áreas de Fiscalização Econômica e de Regulação Tarifária da agência. Coordena o grupo de indicadores da Câmara Técnica de Saneamento da ABAR sendo um dos idealizadores do ACERTAR e gerente responsável pelo ProSun.
Com experiência de cerca de 10 anos no setor de saneamento é autor de diversas publicações. Participou da Jornada Regulatória na George Washington University. Professor convidado e palestrante em instituições e eventos relacionados à regulação dos serviços de saneamento (FGV, ANA, World Water Forum, Rio Water Week, dentre outros).

Foto_Sandro_Adriani

Sandro Adriani Camargo

CORSAN / ABES

Biólogo, com Pós Graduação em Especialização em Ecologia Humana e Especialização em Projeto de Tratamento de Resíduos Industriais: Sólidos, Líquidos e Gasosos

Especialista em Melhoria da Qualidade Certified Quality Improvement Associate - CQIA da American Society for Quality – ASQ e Especialista Seis Sigma Black Belt da American Society for Quality - ASQ ATUAÇÃO PROFISSIONAL RECENTE – Assessor da Presidência da Companhia Riograndense de Saneamento – CORSAN – atuação: apoio a revisão e desdobramento do planejamento estratégico Corporativo; coordenação da implantação de melhorias nos processos de gestão das dez Superintendências Regionais com base no Modelo de Excelência da Gestão para o Saneamento Ambiental (MEGSA/PNQS) e responsável para tratar do Acordo de Resultados entre a Companhia e o Governo do Estado do RS. 

ATUAÇÃO VOLUNTÁRIA

Coordenador Geral da Câmara Temática de Indicadores de Desempenho para o Saneamento Ambiental (CTIDSA) da ABES desde 2011.

Membro do Comitê Técnico do Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade (PGQP) até 2019. 

Examinador Franqueado do PGQP.

Membro do Comitê Nacional da Qualidade em Saneamento CNQA/PNQS.  

Consultor Ad Hoc do Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização (GESPÚBLICA) até 2018. 

PROFESSOR CONVIDADO E PALESTRANTE

Participações recentes: Professor convidado da USP São Carlos com o tema “Gestão no Saneamento aplicando o Modelo de Excelência de Gestão” em 2018; Palestrante no 30° CBESA em 2019 e no Seminário de Benchmarking PNQS em 2019.

 PARTICIPAÇÃO EM MISSÕES DE BENCHMARKING EM GESTÃO NO SANEAMENTO 

Alemanha em 2006, Espanha em 2010, Canadá em 2012, Califórnia em 2018 e Chile em 2019.