Diretor da Rede Brasil do Pacto Global da ONU fala sobre o papel da comunicação no alcance dos ODS: “Só com união vamos atingir estes objetivos”

Diretor da Rede Brasil do Pacto Global da ONU fala sobre o papel da comunicação no alcance dos ODS: “Só com união vamos atingir estes objetivos”

Carlo Pereira integrará a sessão 7.1 da Semana da Água do Brasil

Por Murillo Campos

Carlo Pereira, diretor-executivo da Rede Brasil do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU), estará presente na Brazil Water Week (Semana da Água do Brasil). O mais importante evento internacional sobre água realizado no país será promovido online de 26 a 30 de outubro pela ABES – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental.

Ele integrará a sessão 7.1 do encontro, que discutirá os desafios da comunicação para intensificar o diálogo com cidadãos de todo o mundo nas discussões sobre a importância da água e a preservação do meio ambiente, em prol do cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela ONU.

O assunto será debatido no dia 30 de outubro, sexta-feira, das 17h às 18h30 e as inscrições para o evento podem ser feitas aqui.

Além dele, estarão presentes também na sessão Edison Carlos, CEO do Trata Brasil, Fábio Toreta, superintendente de comunicação da Sabesp e Laurence Pelisson-Demouli, responsável pela comunicação corporativa do SIAAP, empresa pública de saneamento de Paris, além da moderação de Dante Ragazzi Pauli, coordenador da Câmara Temática de Comunicação da ABES.

Na entrevista, a seguir, Carlo Pereira fala sobre o papel da comunicação no alcance dos ODS, a necessidade de engajamento no tema de diversos setores da sociedade, o combate às fake news e as expectativas para a Semana da Água do Brasil.

ABES Notícias – Na sua visão, quais são os desafios para engajar as pessoas nas discussões relacionados ao saneamento e o meio ambiente? Qual o papel da comunicação neste contexto?

Carlo Pereira – Os desafios são imensos, mas essas discussões avançaram e chegaram a bem mais gente nos últimos anos. E isso é muito importante. Saneamento e meio ambiente deixaram de ser assuntos de ativistas e entraram na pauta das empresas, em um primeiro momento, e agora chegaram a consumidores e investidores. Esse movimento faz com que mais pessoas entendam a necessidade de falar e agir sobre os temas.

É bem verdade que ainda estamos atrasados no Brasil em relação à Agenda 2030 e precisamos avançar rapidamente nesses últimos dez anos. Mas é inegável também que mais empresas e pessoas estão engajadas. E somente com essa união vamos conseguir atingir esses objetivos, que são fundamentais não somente para a gente, mas para o planeta.

As alterações climáticas, por exemplo, são um fato e causam muitos prejuízos. Em vidas e em dinheiro. E esse é somente um exemplo. Temos também a questão dos direitos humanos, da água, da alimentação… enfim, são temas fundamentais para a população do mundo todo e que somente com a união dos mais diversos setores vamos superar esses desafios.

ABES Notícias – Podemos dizer que um grande inimigo da sociedade hoje é a desinformação. O que os veículos de comunicação devem fazer para combater este problema, e levar informação segura e com qualidade à população?

Carlo Pereira – Boa informação é como um bom produto. E as pessoas devem se preocupar em consumir bons produtos e boa informação. Mas é claro que estamos passando por um momento muito complicado em relação a esse tema, com as fake news decidindo até eleições. E o combate a isso é difícil e precisa engajar todos os setores da sociedade.

É como outros compromissos que assumimos e que governos, setor privado e sociedade devem estar engajados para que isso aconteça de fato. Os veículos de comunicação sérios assumem um papel ainda mais relevante, trabalhando com seriedade e mostrando para a sociedade o valor das informações verdadeiras. Afinal, estamos em uma era com excesso de conteúdo, sendo boa parte deste material descartável e sem um propósito positivo.

ABES Notícias – O que o Brasil pode aprender com outros países para intensificar o diálogo entre governos, entidades e sociedade a fim fortalecer o compromisso para consecução dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)? Como transmitir a mensagem sobre a importância destas metas?

Carlo Pereira – Observar e implementar bons exemplos é sempre fundamental. Não somente em um tema específico, mas em todos. Eventos como o Brazil Water Week nos ajudam aprofundar discussões que fazem sentido para a evolução da sociedade, o que também é muito importante. É claro que o Brasil ainda precisa avançar nos ODS, e muito, mas estamos otimistas. Estamos vendo cada dia mais novas empresas, dos mais diversos portes e setores aderindo ao Pacto Global, o que nos mostra que elas estão comprometidas com os ODS. Somente neste ano ganhamos mais de 200 novos signatários.

A pandemia também acelerou essa necessidade e o mundo todo, não só o Brasil, percebeu que é preciso fazer diferente. É claro que uma pandemia como essa nos traz muitas coisas ruins, como as mortes e toda a crise que ela causa e ainda vai causar, mas nos mostrou que precisamos mudar. Que ser sustentável é parte do objetivo de negócios das empresas cada vez mais. Que deixou de ser um acessório. E essa mensagem está vindo de todos os lados. Não só de ativistas. Os consumidores estão exigindo, os investidores estão exigindo, alguns governos também.

E o setor privado também se mexeu. Temos mais de 200 empresas no mundo que assinaram o compromisso para a retomada verde lá atrás, ainda em maio/junho. Hoje estamos aumentando esse número e os compromissos. Temos um na Amazônia também e vamos ampliar.

ABES Notícias – Quais são suas expectativas para a Brazil Water Week e qual a contribuição do evento para o debate acerca do desenvolvimento do saneamento no Brasil?

Carlo Pereira – As expectativas para a Brazil Water Week são as melhores possíveis. Sabemos que o acesso universal a água e saneamento no Brasil ainda está longe de ser atingido, mas precisamos avançar no tema, visto a importância do ODS 6 e como impacta outros de forma direta e indireta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.